sábado, 20 de outubro de 2007

A SELEÇÃO BRASILEIRA



 Seleção Brasileira de futebol: paixão nacional (e mundial também)




Nem só certa cerveja é paixão nacional. A Seleção Brasileira com certeza também faz parte da relação "amor e ódio" do brasileiro. Até aquele mais longe do futebol não perde a oportunidade de ver o time brasileiro em campo. E pensar que tudo isso começou há 93 anos.

Essa paixão começou no ano de 1914, quando a CBD (Confederação Brasileira de Desportos - antecessora da atual CBF) decidiu reunir os melhores jogadores da época para formar um selecionado nacional que representasse e mostrasse o nosso futebol mundo a fora. Sendo assim, no ano de 1914 (a data específica ainda é imprecisa, pois há divergência entre as diversas fontes históricas), a Seleção Brasileira entrava em campo pela primeira vez diante do clube inglês Exeter City, que fazia uma excursão pela América do Sul. A partida foi realizada no estádio das Laranjeiras, no Rio de Janeiro, com vitória brasileira por 2 a 0. Oswaldo Gomes, atacante do Fluminense/RJ, entrou para a história ao marcar o primeiro gol do Brasil em toda sua existência.

Porém, a primeira partida internacional da Seleção foi contra os nossos eternos rivais argentinos. Pela Copa Rocca, competição que visava aproximar mais os dois vizinhos, os brasileiros acabaram vencendo por 1 a 0 em Buenos Aires, sendo este confronto disputado unicamente contra a Seleção da Argentina.

Mas o primeiro título de representatividade do selecionado brasileiro foi o Campeonato Sul-Americano de 1919 (a atual Copa América - mais antigo torneio entre seleções ainda existente no mundo). Em 1922 veio a se tornar bicampeão do mesmo torneio.

O Brasil é a única nação no planeta a ter se classificado para todas as edições da Copa do Mundo. Entretanto, as participações iniciais da Seleção estavam longe de serem bem sucedidas, muitas vezes devido à disputa interna do futebol brasileiro sobre o profissionalismo, o que fez com que a Confederação Brasileira de Desportos fosse incapaz de convocar times com a força total que tinha direito. Em particular, disputas entre as federações estaduais de São Paulo e do Rio de Janeiro (as duas mais importantes da época) significavam que a equipe brasileira seria composta por jogadores vindos de apenas uma das federações. Tanto na Copa de 1930, quando o atacante Preguinho marcou o primeiro gol da história da Seleção Brasileira em Copas, na estréia contra a Iugoslávia, em que os brasileiros perderam por 2 a 1, quanto na de 1934, em que o Brasil foi eliminado logo na primeira fase. Porém, em 1938 ocorreria um sinal do que viria, uma vez que o selecionado do Brasil terminou em um bom terceiro lugar, com Leônidas da Silva, o Diamante Negro, fazendo história e sendo o primeiro jogador a marcar quatro gols em uma partida de Copa do Mundo e o primeiro brasileiro a se tornar artilheiro do torneio.

Contudo nem só de glórias viveu o futebol brasileiro. A Copa do Mundo de 1950 foi sediada no Brasil e a Seleção era cotada como a grande favorita para a conquista da taça Jules Rimet. Só que os uruguaios trataram de dar um banho de água fria na expectativa da imensa população brasileira, sobretudo nos quase 200 mil espectadores no Maracanã, quando venceram os brasileiros por 2 a 1 de virada - no episódio que viria a ser chamado mais tarde de Maracanazzo.

Uma curiosidade é que o Brasil começou a jogar, em 1914, com camisas, shorts e meiões brancos no uniforme. Depois da fatídica derrota para o Uruguai, em 1950, a CBD resolveu instituir a camisa amarela, short azul e o meião branco e aposentou o antigo traje. Criação do jornalista Aldyr Schlee, ganhador do concurso que a Confederação promoveu para a mudança nas vestimentas.

Ainda na década de 50 surgiam os primeiros jogadores que viriam a glorificar a história da Seleção Brasileira, entre eles Nilton Santos, Garrincha, Didi, Zagallo, Pelé, entre outros. Em 1954, diante da lendária Hungria de Puskas, o Brasil deu seus primeiros passos rumo ao estrelato, como numa espécie de lição. Lição muito bem aprendida em 1958, quando o escrete liderado por Pelé e Garrincha, e sob a batuta de Vicente Feola, conquistou seu primeiro dos 5 títulos mundiais.

Mais do que o título mundial, começava uma era de jogadores fantásticos no Brasil. Acima de tudo começava a "Era Pelé", que sucedeu-se com mais 2 conquistas (1962 e 1970). A vitória na Copa do México, em 1970, consagraria de vez a trajetória do maior jogador de futebol de todos os tempos e da mais vitoriosa seleção de futebol do mundo.

Mas, voltando ao início deste texto e recapitulando que nem tudo foi glória na vida da Seleção Brasileira, passaram-se 24 anos de jejum sem uma taça sequer em mundiais. Nem mesmo com o time considerado genial de 1982, com Zico, Sócrtes, Falcão e Cia Ltda. a situação se reverteu. A essa dificuldade junte-se falta de uma medalha de ouro em jogos olímpicos, feito que será tentado mais uma vez em Pequim, no ano que vem.

Mas, nos EUA, em 1994, a redenção. Sob o comando de Carlos Alberto Parreira e Zagallo, e com um show a parte de Romário, os brasileiros voltaram a festejar novamente a conquista do mundo. Assim como o fizeram em 2002, após o fracasso diante dos frances, numa final muito conturbada em 1998.

A seleção canarinho, como já visto, é a única no mundo a participar de todas as 18 edições da Copa do Mundo. O seu maior artilheiro é Pelé, com 95 gols em 114 jogos, seguido por Ronaldo, que tem 73 tentos em 112 partidas. E seu recordista de convocações é o lateral-direito Cafu, com 148 participações. Teve como maior placar de vitória na sua história no ano de 1975, quando goleou a Nicarágua por impiedosos 14 a 0. Por outro lado, seu maior revés foi um 6 a 0 diante do Uruguai, em 1920.

Outros fatos, dados e curiosidades veremos em uma publicação futura. Abaixo, os principais títulos conquistado pela Seleção Brasileira de futebol:

* Copa Rocca: 1914, 1922, 1945, 1957, 1960, 1963, 1971 (dividido com a Argentina) e 1976.

* Copa América (Campeonato Sul-Americano): 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004 e 2007.

* Copa das Confederações: 1997 e 2005

* Copa do Mundo: 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002.





Escudo: arquivo pessoal
Fotos 1 e 2: Wordpress

3 comentários:

silvio sales disse...

E aí cara? beleza seu blog!!! Diz aí qual jogador mais velho a vestir a camisa de sua seleção e qual o jogador mais velho do mundo em atividade no futebol. valeu aê, borther!

Anônimo disse...

Gostei do teu BLOG, entretanto, não concordo como início da Seleção Brasileira o ano de 1914! Na primeira década do século XX, lá pelos idos de 1906, surgiu a primeira seleção brasileira! A negação daquele ano como o do surgimento da Seleção está calcada em argumentos bobos, tais como - "não havia ainda uma associação, tipo CBD, na época." "Não era seleção, era combinado, pois eram convocados apenas atletas do Rio e São Paulo", etc, e por aí vai! Ora bolas! Que argumentos fracos! Veja a convocação para o jogo realizado em 20-09-1914 - Marcos, Píndaro e Nery - Octávio Egydio, Lagreca e Pernambuco - Millon, Oswaldo Gomes, Arthur Friedenreich (el tigre), Bartô e Amaldo ou seja 4 do Fluminense (Marcos, Pernambuco, Oswaldo Gomes e Bartô); 2 do Flamengo (Píndaro e Nery); 2 do Paulistano (Millon e Amaldo) Octávio Egydio da Assoc. Atlética Palmeiras; Lagreca da Assoc.Atlética São Bento; Friedenreich do Ypiranga, todas equipes de Rio e São Paulo. Portanto derrubado este argumento.
E mais ainda, estas seleções de 1906 a 1913 que eles dão o nome de combinados, tinham sua comissões técnicas e faziam jogos amistosos internacionais. Então a única diferença que vejo é na etimologia das palavras, SELEÇÂO e COMBINADO, que no "frigir dos ovos" tornam-se sinônimo uma da outra!

Saudações!

Jesus Fonseca - Fortaleza-Ce

Elmo Fabiano disse...

Caríssimo Carlos Henrique

Hoje, 1º de novembro de 2009
04,03 da manhã

Acordei de repente na noite.
Perdi o sono.
Nestas oportunidades, não é a primeira vez,venho ao computador para gastar o tempo.

Com o falecimento do Juvenal,na Bahia, no dia de ontem, integrante da Seleção Brasileira de 1950, tentei lembrar-me da Seleção Brasileira de 1950, na época eu tinha apenas 12 anos, não consegui lembrar.

Resolvi recorrer ao Google.

Achei o seu Blog. Estou no inicio de minha pesquisa.
Achei que como História do Futebol, no seu Blog eu iria encontrar todas as escalações das Equipes Brasileira que disputaram Muniais e Copas.

Até agora nada. Infelizmente já cansei, estou me convalescendo de uma cirurgia da coluna cervical, realizada com sucesso no dia 10 de outubro passado.
Por enquanto não posso ficar muito tempo no computador.

Vou continuar a pesquisa amanhã.

Parabéns pela iniciativa.

Elmo Fabiano Monteiro Pereira
elmopereira@uol.com.br
www.riodejaneirosinuca.com
Niterói - Est. do Rio de Janeiro