terça-feira, 27 de julho de 2010

COMEMORAÇÕES HISTÓRICAS E HILÁRIAS

Comemorações inusitadas: às vezes polêmicas, mas que tornam o futebol mais divertido





Desde que se entende de futebol as comemorações fazem parte do esporte, sejam por um bom resultado, uma boa jogada e principalmente com um gol marcado. Existem vibrações desde as mais entusiasmadas e inusitadas até as mais comedidas. No grupo dos efusivos podemos citar atualmente a dança da garotada do Santos e o inglês Peter Crouch com seu robô, e num passado recente o camaronês Roger Milla e sua dança na bandeirinha de escanteio, o português Pauleta e seu avião, o brasileiro Bebeto e suas declarações amorosas entre muitos outros. Já na turma dos discretos podemos citar Sócrates e seu punho cerrado estendido, Kaká e suas mão erguidas aos céus, e muito mais.

Vira e mexe sempre somos surpreendidos com jogadores ao redor do planeta inovando nas comemorações de gols. Mas essa semana um islandês ficou mundialmente conhecido por fazer praticamente um teatro muito divertido em campo. Em uma partida válida pela Úrvalsdeild karla, a primeira divisão do país, o atacante Halldór Orri Björnsson, do modesto Stjarnan F.C., cobrou uma penalidade com cavadinha "a la Loco Abreu" e deixou o goleiro do þróttafélagið Fylkir a ver navios. Ao correr para comemorar com seus colegas veio o ato inusitado como podemos ver no vídeo a seguir.


video


Foi hilariante ver quase toda a equipe vivendo uma pescaria. Detalhe para a perfeita "intepretação" de peixe do jogador "pescado" e para a foto da "pescaria". 

Abaixo compartilho com vocês um Top 20 das comemorações mais hilárias da história, que vale a pena ver e se divertir. A ordem dos jogadores que comemoram vem logo a seguir.


video


Ordem das comemorações:

1 - Roger Milla (Camarões)
2 - Allan Nielsen (Tottenham/ING)
3 - Lee Sharpe (Manchester United/ING) 
4 - Ahn Jung-Hwan (Coréia do Sul)
5 - Brian Laudrup (Dinamarca) 
6 - Papa Bouba Diop (Senegal) 
7 - Brandi Chastain (Estados Unidos) 
8 - Marcelo (Sheffield United/ING) 
9 - Jürgen Klinsmann (Tottenham/ING)
10 - Julius Aghahowa (Nigéria)
11 - Jogador desconhecido (Aylesbury United/ESC) 
12 - Paul Gascoigne (Inglaterra) 
13 - Ruud van Nistelrooy (Holanda) 
14 - Bebeto (Brasil)
15 - Robbie Fowler (Liverpool/ING)
16 - Ian Wright (Celtic/ESC)
17 - Ally McCoist (Kilmarnock/ESC)
18 - Peter Crouch (Inglaterra)
19 - Craig Bellamy (Liverpool/ING)
20 - Temuri Ketsbaia (Newcastle/ING)

São por situações como essas que o futebol não se restringe apenas à torcida, à paixão e à disputa em campo, mas também torna-se uma diversão a mais no nosso dia-a-dia. Desde que, claro, com o devido respeito, sem ofensas, gestos obscenos ou sem ferir a imagem das torcidas e clubes adversários.





Foto: Autor desconhecido

Um comentário:

M. Toledo disse...

a do van Nistelrooy foi cruel!