terça-feira, 26 de abril de 2011

O MISTER LIGA DOS CAMPEÕES


Raúl: gol é com ele na Liga dos Campeões





Em fevereiro de 2009 o blog publicou sobre a carreira do atacante espanhol Raúl González e o então feito inédito que havia alcançado. À época Raúl já era o maior artilheiro da história da Ligas dos Campeões e de todas as competições européias, ultrapassando o italiano Filippo Inzaghi.

A vantagem para o colega da Itália já aumentou e atualmente está em 70 a 73 para o jogador do Schalke 04. Mas se formos apenas contabilizar os gols da Liga, Raúl tem 71 gols, enquanto o segundo colocado é o holandês Ruud van Nistelrooy com 56. Ou seja, a distância é ainda maior.

Nesta terça o "Mr. Liga dos Campeões" vai ter mais uma oportunidade de deixar essa vantagem ainda maior, já que em Gelsenkirchen logo mais à tarde o seu clube Schalke 04 vai enfrentar o Manchester United pelas semifinais do maior torneio interclubes do planeta. E Raúl é titular absoluto no comando de ataque dos Königsblauen

Semana que vem, salvo suspensão ou contusão, o ex-atacante do Real Madrid vai ter nova chance de mostrar ao mundo que ele e as redes Liga dos Campeões da Europa são íntimos.

Abaixo será reproduzida a publicação de fevereiro de 2009 com conteúdo atualizado em 26/04/2010 (antes da partida entre Schalke 04 e Manchester United).

-------

Rául González Blanco é um dos mais vitoriosos jogadores da história do Real Madrid e até mesmo do futebol. Poucos têm a sua trajetória de inúmeras conquistas, pois levantou o troféu de quase todos os torneios possíveis que disputou. Nasceu em Madrid, capital espanhola, no dia 27 de junho de 1977. Na juventude participou das categorias de base do amador San Cristóbal de Los Ángeles, e até chegou a fazer parte dos juvenis do rival madrilenho Atlético, mas sua carreira veio mesmo a deslanchar vestindo as cores do Real, onde atuou profissionalmente entre 1994 e 2010.

O atacante nunca chegou a ser considerado um gênio da bola, mas seus números não mentem que se trata de um jogador bem acima da média e bastante eficaz no setor ofensivo de seu clube. Não é à toa que chegou aos 309 gols, como já citado, com a camisa do maior clube do século XX, segundo a FIFA, além de ser o maior artilheiro da história em competições organizadas pela UEFA com 73 bolas nas redes adversárias - esse mérito segue em disputa com o italiano Filippo Inzaghi, do Milan, que possui 3 gols a menos. Pela Liga dos Campeões é também o goleador máximo com 71. Seu primeiro gol assinalado como profissional foi em sua temporada de estréia, em 1994/95, e justamente contra o rival Atlético de Madrid. Nesse mesmo ano tornou-se o mais jovem jogador profissional a vestir a camisa do Real com 17 anos e 4 meses de vida e demonstrou logo de cara com seus 9 gols em 28 jogos que traria muito mais alegrias ao clube e à torcida com o passar dos anos, tanto que levou o prêmio Don Balón como o melhor atleta jovem da temporada. Dentre as centenas de gols marcados pelo jogador, o do título mundial de 1998 diante do brasileiro Vasco da Gama, no qual sua equipe venceu por 2 a 1, foi considerado pelo próprio como o mais importante de toda a sua carreira em recente entrevista concedida à página oficial do Real Madrid.

Tamanha a grandeza da trajetória de Raúl Madrid, como é carinhosamente chamado pela torcida, que nem só pelo seu time é reconhecido pela quantidade de gols. Com a seleção espanhola foram 44 marcados em 102 jogos. Fez sua estréia com a Fúria em outubro de 1996 contra a República Tcheca e marcou pela primeira vez com a camisa da Espanha nesse mesmo ano, no dia 14 de dezembro, em uma partida contra a Iugoslávia válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1998.

Ao todo são 16 títulos com o Real Madrid, sendo 6 Ligas Espanholas, 4 Super Copas da Espanha, 3 Ligas dos Campeões, 1 Super Copa da UEFA e 2 Mundiais Interclubes. Ainda foi considerado o melhor atacante europeu nos anos 2000, 2001 e 2002, além de ter sido o artilheiro máximo do Espanhol (Troféu Pichichi) nas temporadas 1998/99 e 2000/01 com 25 e 24 gols respectivamente. Fora outras honras como o melhor atleta da La Liga em 2007/08 (Troféu Di Stéfano), o Don Balón como já dito, entre tantos outros que fazem do Gran Capitán um dos maiores vencedores da história do esporte e ídolo máximo da apaixonada torcida madridista.

O vínculo profissional com o Real terminou em 2010 e desde então o atleta veste as cores do alemão Schalke 04, onde, a despeito da discreta campanha do time na Bundesliga, está sendo peça chave na histórica campanha azul germânica na atual edição da Liga dos Campeões, na qual já marcou 5 vezes.

Abaixo, dados e estatísticas de Raúl González, o "Mister Liga dos Campeões".


* Nome: Raúl González Blanco

* Nascimento: 27 de junho de 1977 em Madrid/ESP

* Apelidos: Raúl Madrid e Gran Capitán

* Posição: atacante

* Clubes (2): Real Madrid (1994 a 2010) e Schalke 04/ALE (desde 2010)

* Títulos (16): Campeonato Espanhol (1994/95, 1996/97, 2000/01, 2002/03, 2006/07 e 2007/08), Super Copa da Espanha (1997, 2001, 2003 e 2008), Liga dos Campeões da UEFA (1997/98, 1999/2000 e 2001/02), Mundial Interclubes (1998 e 2002) e Super Copa da UEFA (2002)

* Seleção Espanhola: 102 jogos e 44 gols entre 1996 e 2006

* Conquistas pessoais: Prêmio Don Balón (1994/95), Troféu Pichichi (1998/99, 2000/01), Artilheiro da Liga dos Campeões da UEFA (1999/2000 e 2000/01), Melhor atacante da Europa (2000, 2001 e 2002), Melhor jogador espanhol da Liga Espanhola (1996/97, 1998/99, 1999/2000, 2000/01 e 2001/02), Troféu Di Stéfano (2007/08), Medalha de ouro da Ordem Real pelos méritos esportivos (2006)




Foto 1: AS
Foto 2: AP

Um comentário:

GoS disse...

Conheci seu blog agora através do post do Clube Atlético São Paulo! Achei magnífico! Que bom que você o está atualizando frequentemente! Mantenha o bom trabalho!