terça-feira, 10 de junho de 2008

O MAIOR ARTILHEIRO DO MUNDO EM ATIVIDADE

Túlio Maravilha: outro em busca do gol 1000




Jogador paradão na área, sem muita mobilidade, pouca habilidade, polêmico, mas com muita competência para marcar gols. Este é Túlio Maravilha, veterano atacante do Vila Nova-GO que chegou ao marco histórico de 191 gols em Campeonatos Brasileiros das três divisões no último fim de semana diante do América/RN, no Serra Dourada, em partida válida pela Série B do Brasileirão 2008. Com esse número Túlio tornou-se o maior artilheiro da história dos Campeonatos Brasileiros superando o ex-atacante Roberto Dinamite, que marcou 190 gols entre 1970 e 1993 atuando por Vasco da Gama e Portuguesa de Desportos (apenas jogando a Primeira Divisão).

Nascido em 02 de junho de 1969 na cidade de Goiânia/GO, Túlio Humberto Pereira Costa nunca escondeu sua torcida pelo Vila Nova, clube de maior torcida do estado goiano, mas foi no arqui-rival Goiás que o centroavante deu seus primeiros passos rumo ao sucesso em 1987, quando marcou 22 vezes no Campeonato Goiano Juvenil. Não demorou muito para seu faro de gol ser aproveitado no time de cima, tanto que em 1989, aos 20 anos, já era artilheiro do Campeonato Brasileiro da Série A com 11 gols. Em 1991 foi artilheiro do Goiano com 18 tentos anotados.

Além de muitos gols na carreira – 841 nas contas do jogador (até 07 de junho de 2008) – Túlio Maravilha também tem um vasto currículo de passagens por clubes do Brasil e do exterior. Foram 22 clubes em 20 anos de carreira profissional e uma média de praticamente uma transferência em cada ano jogado. Jogou tanto em times tradicionais do quilate de Botafogo, Goiás, Corinthians, Vitória, Fluminense e Cruzeiro como em clubes obscuros tais quais Canedense/GO, Itauçuense/GO, Újpest/HUN, Jorge Wilstermann/BOL, Tupy/ES, entre outros.

Com a camisa da Seleção Brasileira foram 15 gols em 16 jogos – uma ótima média de praticamente 1 gol por jogo – entre 1990 e 1995. Porém o gol mais lembrado e mais marcante de Túlio pela equipe brasileira aconteceu nas quartas-de-final da Copa América de 1995, no Uruguai, quando o atacante decretou o empate contra a Argentina por 2 a 2 em um chute forte após receber um cruzamento em impedimento e dominar a bola descaradamente com a mão (nota do editor: por que só os argentinos podem ter a sua “Mano de Dios”?). No fim do jogo os brasileiros passaram à fase semifinal após vencer a disputa com os argentinos nas cobranças de pênaltis.

Aos 39 anos, o atacante espera superar o ex-companheiro de posição Romário em número de gols marcados, que recentemente encerrou sua carreira, até 2010 e se tornar membro do seleto rol de jogadores com mais de 1000 gols marcados – além do “Baixinho”, Pelé marcou 1284 vezes (marca essa que o próprio Túlio disse ser impossível atingir).

Contra o Avaí, na próxima sexta-feira, dia 13, em Santa Catarina, o experiente jogador tentará mais uma vez se aproximar de seu principal objetivo. Mas a julgar pelo histórico de Túlio não será tarefa muito difícil.

Abaixo, dados e estatísticas da carreira de Túlio Maravilha, o maior artilheiro do mundo em atividade:

* Nome: Túlio Humberto Pereira Costa

* Nascimento: 02 de junho de 1969 em Goiânia/GO

* Posição: Atacante

* Apelido: Túlio Maravilha

* Clubes (22): Goiás/GO (1989/92), Sion/SUI (1992/93), Botafogo/RJ (1994/96, 1998 e 2000), Corinthians/SP (1997), Vitória/BA (1998), Fluminense/RJ (1998), Cruzeiro/MG (1999), Vila Nova/GO (1999, 2001 e desde 2007), São Caetano/SP (2000), Santa Cruz/PE (2001), Újpest/HUN (2002), Brasiliense/DF (2002/03), Atlético/GO (2003), Tupy/ES (2003), Jorge Wilstermann/BOL (2004), Anapolina/GO (2004), Volta Redonda/RJ (2004/05 e 2005/06), Juventude/RS (2005), Al-Shabab/ASA (2005), Fast/AM (2006), Canedense (2006/07) e Itauçuense/GO (2007).

* Títulos (14): Campeonato Goiano (1990, 1991 e 2001), Campeonato Brasileiro (1995), Troféu Teresa Herrera (1996), Taça Cidade Maravilhosa (1996), Campeonato Paulista Série A-1 (1997), Torneio RJ-SP (1998), Recopa Sul-americana (1998), Campeonato Paulista Série A-2 (2000), Copa da Hungria (2002), Campeonato Brasileiro Série C (2002), Copa Aerosul (2004) e Copa Finta Internacional (2005).

* Gols: 841 (segundo contas pessoais até 07 de junho de 2008)

* Artilharias (12): Campeonato Brasileiro (1989, 1994 e 1995), Campeonato Goiano (1991, 2001 e 2008), Campeonato Carioca (1994, 1995 e 2005), Taça Cidade Maravilhosa (1996) e Campeonato Brasileiro Série C (2002 e 2007).


Foto: Lancenet

3 comentários:

Anônimo disse...

841 gols? kkkkkk só se for de botão...

Anônimo disse...

Só pra atualizar, ele já fez 899 gols até hoje, e não joga mais esse ano, só ano que vem pela primeira divisão do campeonato estadual de Brasília, e ele quer fazer o gol 1000 encima do Flamengo no maracanã pelo botafogo-RJ.

erich strada disse...

esse daí fez gol até debaixo d'agua!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!