quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

VAI COMEÇAR O MUNDIAL DE CLUBES 2012


Mundial de Clubes: disputa praticamente de europeus e sulamericanos





Vai começar mais uma edição do Mundial de Clubes da FIFA no Japão neste dia 6 com a partida entre Sanfrecce Hiroshima/JAP e Auckland City/NZE. E o blog está a postos novamente para contar a história deste torneio tão badalado por uns e desdenhado por outros – mas que conta bastante para o currículo dos times. Esta edição se estende até o dia 16.

Faremos um apanhado histórico das sete edições já realizadas do torneio no atual formato. Os participantes de 2012 são os anfitriões do Sanfrecce Hiroshima, Auckland City/NZE (campeão da Oceania), Ah-Ahly/EGI (campeão africano), Monterrey/MEX (campeão da CONCACAF), Ulsan/COS (campeão da Ásia), Corinthians/BRA (campeão da América do Sul) e Chelsea/ING (campeão da Europa).

Comecemos com a história da competição, que teve o início de sua disputa de forma um pouco confusa em 2000 aqui no Brasil, já que os participantes foram escolhidos com base no ano de 1998 e não na então atual temporada 1999/2000. Enfim, fizeram-se presentes naquela ocasião os campeões continentais Al Nassr/ASA, Necaxa/MEX, Raja Casablanca/MAR, South Melbourne/AUS, Manchester United/ING e Vasco da Gama/BRA, além do campeão mundial interclubes em seu antigo formato do mesmo ano, o Real Madrid/ESP, e do campeão brasileiro Corinthians. Foram formadas 2 chaves de 4 clubes em que os dois melhores – Corinthians e Vasco – se classificaram para a grande final. Realizada no Maracanã, a finalíssima entre os times brasileiros terminou 0 a 0 com a bola rolando e 4 a 3 pros paulistas nas cobranças de pênaltis, tornando o Corinthians o primeiro campeão mundial nesse novo formato de torneio – controversamente nunca tendo sido campeão sul-americano em sua história.

O Mundial de Clubes da FIFA nada mais é que a junção do formato que a entidade máxima do futebol pretendia dar ao campeonato, envolvendo equipes de todos os continentes, com o antigo Mundial Interclubes – conhecida também como Copa Intercontinental. Esta última era realizada todo ano a partir de 1960 entre os campeões da Libertadores e da Copa/Liga dos Campeões da Europa. No início com jogos de ida e volta na casa dos participantes e de 1980 até sua extinção em 2004 em partida única realizada no Japão. A imensa maioria das pessoas, incluindo os que trabalham na área, considera tanto os vencedores dos Mundiais Interclubes e de Clubes da FIFA como campeões do mundo – inclusive este blog pelo simples uso do bom senso. Numa opinião particular do editor, só não aceita o título de campeão mundial interclubes os rivais dos times que obtiveram tal êxito e que nunca o conquistaram.

Bom, voltando à história do Mundial de Clubes, juntando-se os dois formatos são 51 anos de disputa, tendo o Milan/ITA como seu maior vencedor com 4 troféus (1969, 1989, 1990 e 2007), seguido de Peñarol/URU, Nacional/URU, Real Madrid/ESP, Boca Juniors/ARG, São Paulo/BRA e Internazionale/ITA com 3 cada um. Resumindo-se ao atual formato tivemos 7 diferentes campeões em 8 edições realizadas.

A regra da competição é simples. As 7 equipes classificadas jogam em “mata-mata”, sendo que os campeões sul-americano e europeu somente entram nas semifinais. Os demais se enfrentam nas fases anteriores até a grande final.

O maior artilheiro da história do Mundial de Clubes é o brasileiro Denílson, hoje no CRB de Alagoas, mas que pelo sul-coreano Pohang Steelers marcou 4 gols na edição de 2009. Como curiosidade apenas um jogador conseguiu o feito de marcar no torneio com duas equipes diferentes: foi o atacante tobaguenho Dwight Yorke, quem em 2000 anotou um gol com a camisa do Manchester United/ING e em 2005 fez outro atuando pelo australiano Sidney FC.

Desde 2000 a decisão envolvia sempre uma equipe européia e uma sulamericana, numa repetição do Mundial Interclubes até por questões óbvias, já que o nível futebolístico dos times desses continentes é mais elevado. Entretanto, na edição 2010 o TP Mazembe, cuja história já foi contada aqui no blog, quebrou o tabu e decidiu o título com a Internazionale de Milão após a surpreendente vitória sobre o Internacional de Porto Alegre na semifinal.

Já o maior placar em finais de mundiais, envolvendo ambos os formatos, aconteceu em 1961 com o Peñarol/URU goleando o Benfica/POR por 5 a 0.

Para 2012 a expectativa é que a final seja disputada pelo Chelsea de Oscar, Ramires, David Luiz e Piazon e pelo Corinthians de Émerson, Danilo e companhia. Duas equipes muito fortes no papel. Porém, após 2010 todo cuidado é pouco e respeitar os adversários não custa nada.

Na próxima publicação trataremos dos detalhes de cada uma das 7 edições do Mundial de Clubes da FIFA. Abaixo, por enquanto, conheça todos os campeões e vices, com seus respectivos placares, de todas as competições envolvendo os dois formatos desde 1960.


1960
Campeão: Real Madrid/ESP – Vice: Peñarol/URU

1961
Campeão: Peñarol/URU – Vice: Benfica/POR

1962
Campeão: Santos/BRA – Vice: Benfica/POR

1963
Campeão: Santos/BRA – Vice: Milan/ITA

1964
Campeão: Internazionale/ITA – Vice: Independiente/ARG

1965
Campeão: Internazionale/ITA – Vice: Independiente/ARG

1966
Campeão: Peñarol/URU – Vice: Real Madrid/ESP

1967
Campeão: Racing/ARG – Vice: Celtic/ESC

1968
Campeão: Estudiantes/ARG – Vice: Manchester United/ING

1969
Campeão: Milan/ITA – Vice: Estudiantes/ARG

1970
Campeão: Feyenoord/HOL – Vice: Estudiantes/ARG

1971
Campeão: Nacional/URU – Vice: Panathinaikos/GRE

Obs.: Neste ano o campeão europeu Ajax desistiu da disputa e o vice Panathinaikos jogou em seu lugar.

1972
Campeão: Ajax/HOL – Vice: Independiente/ARG

1973
Campeão: Independiente/ARG – Vice: Juventus/ITA

Obs.: Neste ano novamente o campeão europeu Ajax desistiu da disputa e o vice Juventus jogou em seu lugar.

1974
Campeão: Atlético de Madrid/ESP – Vice: Independiente/ARG

Obs.: Neste ano o campeão europeu Bayern de Munique desistiu da disputa e o vice Atlético de Madrid jogou em seu lugar.

1975
Não houve disputa devido à desistência do campeão e do vice europeus, respectivamente Bayern de Munique/ALE e Saint-Etienne/FRA

1976
Campeão: Bayern de Munique/ALE – Vice: Cruzeiro/BRA

1977
Campeão: Boca Juniors/ARG – Vice: Borussia Mönchengladbach/ALE

Obs.: Neste ano o campeão europeu Liverpool desistiu da disputa e o vice Borussia Mönchengladbach jogou em seu lugar.

1978
Não houve disputa devido à desistência do campeão e do vice europeus, respectivamente Liverpool/ING e Club Brugge/BEL

1979
Campeão: Olímpia/PAR – Vice: Malmö/SUE

Obs.: Neste ano o campeão europeu Nottingham Forest desistiu da disputa e o vice Malmö jogou em seu lugar.

1980
Campeão: Nacional/URU – Vice: Nottingham Forest/ING

1981
Campeão: Flamengo/BRA – Vice: Liverpool/ING

1982
Campeão: Peñarol/URU – Vice: Aston Villa/ING

1983
Campeão: Grêmio/BRA – Vice: Hamburgo/ALE

1984
Campeão: Independiente/ARG – Vice: Liverpool/ING

1985
Campeão: Juventus/ITA – Vice: Argentinos Juniors/ARG

1986
Campeão: River Plate/ARG – Vice: Steaua București/ROM

1987
Campeão: Porto/POR – Vice: Peñarol/URU

1988
Campeão: Nacional/URU – Vice: PSV Eindhoven/HOL

1989
Campeão: Milan/ITA – Vice: Nacional de Medellín/COL

1990
Campeão: Milan/ITA – Vice: Olímpia/PAR

1991
Campeão: Estrela Vermelha/IUG – Vice: Colo Colo/CHI

1992
Campeão: São Paulo/BRA – Vice: Barcelona/ESP

1993
Campeão: São Paulo/BRA – Vice: Milan/ITA

1994
Campeão: Vélez Sarsfield/ARG – Vice: Milan/ITA

1995
Campeão: Ajax/HOL – Vice: Grêmio/BRA

1996
Campeão: Juventus/ITA – Vice: River Plate/ARG

1997
Campeão: Borussia Dortmund/ALE – Vice: Cruzeiro/BRA

1998
Campeão: Real Madrid/BRA – Vice: Vasco da Gama/BRA

1999
Campeão: Manchester United/ING – Vice: Palmeiras/BRA

2000 (Mundial de Clubes da FIFA)
Campeão: Corinthians/BRA – Vice: Vasco da Gama/BRA

2000 (Mundial Interclubes)
Campeão: Boca Juniors/ARG – Vice: Real Madrid/ESP

2001
Campeão: Bayern de Munique/ALE – Vice: Boca Juniors/ARG

2002
Campeão: Real Madrid/ESP – Vice: Olímpia/PAR

2003
Campeão: Boca Juniors/ARG – Vice: Milan/ITA

2004
Campeão: Porto/POR – Vice: Once Caldas/COL

2005
Campeão: São Paulo/BRA – Vice: Liverpool/ING

2006
Campeão: Internacional/BRA – Vice: Barcelona/ESP

2007
Campeão: Milan/ITA – Vice: Boca Juniors/ARG

2008
Campeão: Manchester United/ING – Vice: LDU/EQU

2009
Campeão: Barcelona/ESP – Vice: Estudiantes/ARG

2010
Campeão: Internazionale/ITA – Vice: TP Mazembe/CON

2011
Campeão: Barcelona/ESP - Vice: Santos/BRA




Foto 1: Fresh Life
Foto 2: AFP

2 comentários:

mundial de clubes 2012 disse...

e não teve pra ninguém!
o mundial de clubes de 2012 ficou com o timão e nem foi tão difícil!
ahahah
alguém viu o chelsea?

chora, blues!

Marcelo Santos disse...

Carlos Henrique e amigos do blog!
Passei aqui para desejar a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo! Que a saúde e a paz estejam presentes em todos os dias de 2013. Boas Festas!

Fé e acreditar sempre é o lema, por isso: "Não desistam dos seus sonhos... lutem sempre". Fiquem com Deus!!!

Cordialmente,

Marcelo Santos
http://bolaodoslotequeiros.blogspot.com.br

Obs: Estou procurando parcerias para o meu blog, como faço para se tornar um dos parceiros e ter o link do meu blog na sua página? Se possível pode retornar no e-mail: bolaodoslotequeiros@yahoo.com.br